Página Inicial > Linux > Montando o disco LVM usando um Ubuntu Live

Montando o disco LVM usando um Ubuntu Live

Em primeiro lugar ache qualquer distribuição live que você goste, eu utilizarei para o exemplo o Ubuntu. Mas se você for utilizar outra distribuição será parecido, a exceção da manipulação dos pacotes.

Então vamos ao que realmente interessa:

Com o Linux rodando (o live linux lembra?), digite
sudo –s
apt-get install lvm2

Se não tiver reconhecido a rede você pode procurar no cd/usb pelo pacote e instalar manualmente.
Para ter certeza que o disco foi reconhecido
sfdisk –l
Depois disso vamos rodar o pvscan para procurar em todos os disco por volumes físicos. Com isto teremos certeza que o disco LVM foi detectado.
pvscan
O resultado será como abaixo.

PV /dev/sdb2 VG VolGroup02 lvm2 [465,66 GB / 0 free]
PV /dev/sda2 VG VolGroup01 lvm2 [7,41 GB / 0 free]
Total: 2 [473,06 GB] / in use: 2 [473,06 GB] / in no VG: 0 [0 ]

Agora iremos rodar o vgscan para procurar por volume groups.
vgscan

Reading all physical volumes. This may take a while…
Found volume group “VolGroup02″ using metadata type lvm2
Found volume group “VolGroup01″ using metadata type lvm2

Hora de ativar todos os volumes disponíveis.
vgchange –a y

2 logical volume(s) in volume group “VolGroup02″ now active
2 logical volume(s) in volume group “VolGroup01″ now active

E o último passo é rodar o lvscan para procurar volumes lógicos. Você verá as partições ativas dentro do HD.
lvscan

ACTIVE ‘/dev/VolGroup02/LogVol00′ [463,69 GB] inherit
ACTIVE ‘/dev/VolGroup02/LogVol01′ [1,97 GB] inherit
ACTIVE ‘/dev/VolGroup01/LogVol00′ [5,44 GB] inherit
ACTIVE ‘/dev/VolGroup01/LogVol01′ [1,97 GB] inherit

O último passo é criar o ponto de montagem, e montar os discos.
mkdir /media/disk0
mkdir /media/disk1
mount /dev/VolGroup00 /media/disk0
mount /dev/VolGroup01 /media/disk1

Pronto com isso já podemos utilizar os discos normalmente e mexer com os dados, pacotes e arquivos que quisermos.

Obs.: Quando fui mexer com os HDs tive um problema por ter utilizado o particionamento padrão do CentOS. Quando dei o comando pvscan os dois HD possuiam o volume group igual. Com isso não daria para usar os dois ao mesmo tempo. Se você tiver esse problema faça o seguinte:

Rode o comando vgdisplay para descobrir o UUID de cada volume group.
vgdisplay
Agora vamos rodar o comando vgrename para alterar o nome de um deles. O UUID que utilizarei aqui é apenas um exemplo, altere conforme a sua necessidade.
vgrename uUUSjr-mTzO-XSYW-2jlC-aAL3-QcuX-nODtu9 VolGroup00

Pronto agora quando seguir o procedimento a partir do terceiro (ou seria quarto) passo, tudo dará certo. Só não esqueça de no final do processo, desmontar o HD e alterar o nome do volume group para o nome original, que no meu caso era VolGroup01, para que a inicialização ocorra normalmente, senão durante o processo do boot você recebera a mensagem de Kernel Panic.

Todos os créditos para Luciano Santos. Essa matéria foi retirada do blog http://luciano.wordpress.com/2010/08/16/usando-um-live-cd-para-montar-parties-lvm/#comment-922

Categories: Linux Tags: , , , , , ,
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. Nenhum trackback ainda.
*